CLEMILDO BRUNET DE SÁ

ENCONTRO DE VELHOS AMIGOS


NA REJEITADA SÁBADO (28) NO POMBAL IDEAL CLUB, O RADIALISTA CLEMILDO BRUNET PRESENTEOU O CANTOR JOSÉ RIBEIRO COM UM VÍDEO EM DVD EM QUE CONTÉM IMAGENS DO CANTOR CANTANDO PARA OS AMIGOS GENIVAL SEVERO E

A PEDRA DO SINO, O RIACHO DO BODE E A CAMBOA

Jerdivan Nóbrega de Araújo
Jerdivan Nóbrega de Araújo*

Se você for curioso e digitar no “Google” a frase “Pedra do Sino”, vai encontrar várias localidades com  esta  denominação, e que fora transformadas em pontos turísticos: Infelizmente nenhuma é em Pombal, mas bem que poderia ser.

Para entender precisamos voltar às 

décadas                                                                                                                                                                                                                                                            
de 1960 e

O REGISTRO DA HISTÓRIA: ALTO SERTÃO

Genival Torres Dantas
Meu caro Clemildo,

Toda vez que recebo a notícia de um novo jornal impresso, que surge, sou remetido aos tempos da juventude quando estudava em Recife/PE, por muitas vezes, aos domingos, preteria a praia para ficar lendo os jornais do dia, preferencialmente aqueles reconhecidamente com tradições no debate político nacional, hábito que me acompanha até hoje. Costumo dizer que há uma simetria entre a história da humanidade e

RADIALISTA POMBALENSE VAI RECEBER MEDALHA "HONRA AO MÉRITO" DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA PARAÍBA

J. Costa e Clemildo
João Costa*

Após seis anos de tramitação na Assembleia Legislativa, no próximo dia 7 de novembro, em sessão especial, o Parlamento deverá entregar ao radialista Clemildo Brunet de Sá, a medalha de Honra ao Mérito Jornalístico Assis Chateaubriand,uma propositura do ex-deputado Dr. Verissinho, aprovada por unanimidade, em novembro de 2007.

OS 25 ANOS DA REJEITADA

Clemildo Brunet
Clemildo Brunet*

A Rejeitada na sua originalidade não foi festa. Era o nome dado à fita cassete que em seu conteúdo estavam gravadas músicas bregas. Teve seu início na Festa do Rosário de 1988, quando incentivado pelo Dr. Carlos Antonio - Carlinhos (saudosa memória), Galdino Mouta fez a gravação para ser ouvida por Sérgio Paulo de Sousa Lacerda, Nestor Nunes, Pedro França e o próprio Galdino, juntos conceberam a ideia de sair a procura de um local público durante a festa do Rosário, onde pudessem curtir as canções românticas nela contidas.

Aonde chegava essa turma pedia pra rodar a fita, quando o som musical invadia o ambiente a repulsa era grande e

Casos e Descasos

Genival Torres Dantas*

Genival Torres Dantas
Em 2007 quando o Exercito Brasileiro deu inicio as obras da transposição do Rio São Francisco, sequenciado por um consórcio de empresas, o nordeste viu o começo de um sonho ser concretizado, acalentado desde o império, sendo usado politicamente por vários presidentes do país, como cabo eleitoral, depois engavetado para decepção de uma massa, carente de água, representada por 12 milhões de pessoas que habitam as margens do canal da obra.

O projeto, inicialmente, com 700 km de extensão, atravessando os Estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará, tinha um custo previsto de R$8.5 bilhões, e

FESTA DO ROSÁRIO: A minha, a sua, a nossa festa

Ignácio Tavares
Ignácio Tavares*

A Festa do Rosário é um importante evento religioso/popular que anualmente acontece em Pombal, sempre ao primeiro domingo de outubro, no sertão paraibano. Historicamente atrai gente de todos os lugares, na sua maioria filhos da terra residentes n’outros estados da região, até mesmo no centro-sul do país.

Às vezes até parece uma romaria qual aquelas que ocorrem em alguns tradicionais santuários da região. Os filhos da terra, principalmente os que moram mais distantes arrumam as suas tralhas e viajam em direção a terrinha fim de venerar a Santa do Rosário. Ao chegar aproveitam o momento para rever amigos e parentes que há muito não os vêem.

Uma decisão quase anunciada

Genival Torres Dantas*

Genival Torres Dantas
A sôfrega espera pelo pendor da decisão do caso mensalão teve seu anuncio prorrogado pelos longos discursos proferidos pelos ministros do STF (supremo tribunal federal) desfavoráveis aos embargos infringentes. Nesse momento o caso já está absolutamente julgado, moralmente, pelo empate ocorrido em 5x5, resultado do plenário da suprema corte.

Não tenho dúvidas que a protelação feita, de certa forma imposta, consciente ou não, para que o ministro, desde 1989, José Celso de Mello Filho, o decano remanescente indicado pelo ex-presidente José Sarney de Araújo Costa (1985/1990), anunciasse seu voto de desempate, não terá nenhum efeito na postura e

A RUA DO SOL

Ignácio Tavares
Ignácio Tavares*

Pra ser sincero não sei o verdadeiro nome da Rua do Sol. Existem várias ruas, na cidade, frontal ao sol-poente. Mas, a Rua Sol do é especial. As outras são menos expostas aos raios solares, em razão da proximidade das ruas paralelas. Isso não acontece com a Rua do Sol, porque a Rua Coronel José Fernandes, que está à sua frente, dista, no mínimo, cerca de 80 metros.

É uma rua pequena de pouca visibilidade no conjunto de arruamentos da cidade. Inicia após o fim da rua estreita, porem, de forma não sequenciada  Tem um recuo pra esquerda na mediação do Castelo dos Inocentes. Daí por diante segue até a Rua do Rosário. Em termos de bem-estar ambiental é

Lembranças e Fatos

Genival Torres Dantas
Genival Torres Dantas*

Passada a semana da pátria, longe dos anos dourados da nossa infância, fica sempre lembranças de uma época cujos valores eram fundamentados na família e na pátria, a dimensão era tão importante e para quantifica-la em nossas vidas, o impacto da sua ausência nos dar uma ideia de grandiosidade desse sentimento tão arraigado à cultura de uma época. E assim vamos nos conformando, tal qual a matéria prima num molde e se transformando num produto acabado dando harmonia interna e externa, enquanto a natureza não seja agredida na sua essência.

O quadro Independência ou Morte, conhecido como Grito do Ipiranga é a marca ou obra mais importante, que ficou da representação de momento histórico na proclamação da Independência do Brasil. Trata-se de uma tela sob encomenda da Família Real ao pintor paraibano Pedro Américo de Figueiredo e Melo e

SÍNDROME DA FOFOCA

Severino Coelho Viana
Por Severino Coelho Viana*
As pessoas que estão contaminadas pela síndrome da fofoca, não se aceitam por si mesmo, ou seja, não se conhece a si mesmo, falta-lhe a parte mais essencial que completaria a sua vida e a sua mente venenosa começa procurar a virtude botando o defeito nos outros, que termina não encontrando nada!
As pessoas do mal acordam logo cedo e dirigem-se à casa do vizinho com o propósito de pôr lenha na fogueira da fofoca. Elas são contaminadas de angústia interior que corroem as vísceras intestinais da malvadeza e

MASSILON GONZAGA: "A VERSATILIDADE DE HOMEM DE COMUNICAÇÃO DA PARAÍBA"

Clemildo Brunet
Por Clemildo Brunet

Neste dia 11 de setembro, comemora-se o aniversário de um dos mais autênticos, versátil, espontâneo e determinado homem de comunicação da Paraíba: o pombalense Massilon Gonzaga de Luna, ou simplesmente para os mais íntimos, “Nêgo Massilon”. Nascido na cidade de Pombal, na rua Vicente de Paula Leite, no dia 11 de setembro de 1952, filho de José Firmino de Luna (o Alegria da Brasil Oiticica) e Roza Gonzaga de Luna (conhecida por “Roza Rica”), Massilon é o segundo de uma prole de três filhos, todos criados tomando banho no rio Piancó e estudando em escola pública, e

PORQUE O DIA DA IMPRENSA NÃO É MAIS COMEMORADO NO DIA 10 DE SETEMBRO!


Clemildo Brunet

CLEMILDO BRUNET*


Antes comemorada no dia 10 de setembro, o dia da imprensa no Brasil, teve mudança no calendário passando a ser celebrada no dia 1° de junho. Acontece queo primeiro registro na história parte do fato que o dia 10 de setembro, antigo dia da imprensa, lembrava o começo da Gazeta do Rio de Janeiro, primeiro veículo impresso no país. Só que a Gazeta era um jornal oficial organizado pela corte portuguesa que se instalara há pouco tempo no Brasil.

Em 1997 o programa observatório da imprensa na TV comentou o equívoco da data da comemoração ressaltando que a Gazeta do Rio de Janeiro era um instrumento oficial e

POMBAL: O 18° IDH do Estado

ignácio Tavares
Ignácio Tavares*

Fale da sua aldeia e estará falando para o mundo (Dostoievski)

Os cientistas sociais, em particular os economista, há muito tempo estão a construir índices cuja finalidade é aferir o grau de desenvolvimento econômico e social de países, estados, regiões e municípios.

A renda per capita, ainda hoje, continua ser um importante indicador com o qual se mede a evolução das economias em qualquer estágio de crescimento. É tanto que até hoje se convenciona que os países de renda per capita elevada são considerados os mais desenvolvidos do planeta. É provável,

Toques e Retoques

Genival Torres Dantas
Genival Torres Dantas*

Agosto, um mês de muitos acertos e desacertos, dentre eles, a Câmara Federal vai soçobrar, por justa causa, caso o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) ratifique o gesto do ministro Luís Roberto Barroso, quando concedeu liminar (decisão provisória), suspendendo os efeitos da sessão da última quarta-feira (28), daquela corte, com a rejeição da cassação do mandato do deputado Natan Donadon (sem partido-RO); o assunto devia ter sido tratado diretamente pela mesa administrativa da casa. O Brasil espera uma atitude positiva do STF, corrigindo um erro que levou aos democratas brasileiros um estado de angústia, resultado do comportamento execrável por parte da maioria dos deputados, naquele dia/noite.

A liminar que provocou a reabilitação republicana é

EMOÇÕES E APLAUSOS NO LANÇAMENTO DE POMBAL EM RETALHOS

Clemildo Brunet
Clemildo Brunet*

No último sábado (31) de agosto foi lançado em nossa cidade o livro do Professor Francisco Vieira “Pombal em Retalhos” crônicas e contos – solenidade por demais concorrida que teve as dependências do auditório do Centro Municipal de Educação literalmente tomada por familiares do mais novo escritor pombalense, amigos, caravanas de pessoas das cidades de Paulista e Coremas, autoridades literárias, entre as quais os escritores Verneck Abrantes, Jerdivan Nóbrega de Araújo e Paulo Abrantes de Oliveira.

LÍDER POLÍTICO

Severino Coelho Viana
Por Severino Coelho Viana*

O relógio de nossa mente desperta quando sentimos o repasse das façanhas de um grande líder que ficaram registradas na história da humanidade. No âmbito de abrangência podemos dimensionar o líder no recinto familiar, comunitário, regional, nacional e universal. Os seus feitos são contados e repetidos, ninguém cansa de ouvi-los.

A princípio, ressalvamos que, o líder não é somente o vencedor ou quem ganha todas as competições, mas o que sabe perder e abraça uma causa com dignidade e devoção.
A política é denominada de arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados; aplicação desta arte aos negócios internos da nação (política interna) ou aos negócios externos (política externa). 

Nos regimes democráticos, a ciência política é a atividade dos cidadãos que se ocupam dos assuntos públicos com seu voto ou com sua militância. A palavra tem origem no tempo que os gregos estavam organizando as cidades-estados chamadas "polis", nome do qual se derivaram palavras como "politiké" (política em geral) e "politikós" (dos cidadãos, pertencente aos cidadãos), que se estendeu ao latim "politicus" e

01 DE SETEMBRO, CONGRATULAÇÕES AO AMIGO PAULO ABRANTES...

Paulo Abrantes de Oliveira
Hoje 01 de setembro é o aniversário de meu amigo de infância PAULO ABRANTES DE OLIVEIRA. Escritor pombalense, grande parceiro e colaborador deste blog. Formado em Engenharia Civil e Licenciatura em Ciências pela UFPB. 

Uma fera em fazer amigos e conquistá-los. Referencial em nossos dias, de uma amizade próspera e duradoura entre aqueles que o cercam; tanto os de seu convívio atual, bem como os do tempo de criança que estão distantes, entre os quais, sou um deles. 

Por essas e outras razões que nutre nossa amizade, parabenizo este amigo na sua data mais querida almejando que Deus lhe conceda muitos e muitos anos de vida ao lado de sua digníssima esposa, a advogada ANA ROSA NEIVA MONTEIRO ABRANTES. 

FELIZ ANIVERSÁRIO AMIGO!