CLEMILDO BRUNET DE SÁ

NA MIRA DA COPA - Os passos estão sendo dados com extrema dramaticidade

Genival Torres Dantas
Genival Torres Dantas*


          Depois de um dia sem futebol nos gramados pelo país, quando a vida continuava seu rumo com pitadas de fatos relevantes e outros absolutamente normais na vida de uma nação em busca da sua identificação com uma realidade fora dos absurdos que andamos vivendo sem mais fragor, tudo parece natural. Um fato merece o olhar crítico do brasileiro refletivo. O político atuante, reconhecido pela sua longevidade sem intervalos nem mesmo para reflexões; o maranhense, José Sarney de Araújo Costa, nascido José de Ribamar Ferreira de Araújo Costa, reconhecido apenas por José Sarney, anuncia sua aposentadoria alegando avançada idade, 84 anos, 60 dos quais dedicados à política, com mandatos eletivos, incluindo-se as indicações indiretas.
           O que de fato ocorre é que o velho senador do MDB/AP, três mandatos consecutivos, sabe da sua dificuldade para uma nova reeleição, os tempos mudaram e

Não ganharemos a nossa Copa

Teófilo Júnior
Teófilo Júnior*

      A Seleção brasileira, infelizmente, ainda não conseguiu mostrar até aqui que tem um time preparado e capaz de brigar pelo hexa. O jogo contra o Chile, ao meu ver, foi a pior exibição futebolística que o nosso escrete poderia ter feito.
     O time esteve dominado pelos chilenos, desequilibrado técnico, taticamente e

NA MIRA DA COPA - Final da primeira fase e o começo das verdadeiras emoções

Genival Torres Dantas
Genival Torres Dantas*


O final da primeira fase acabou nessa quinta-feira (26), para alegria estampada nos rostos de muitos atletas e turistas e um de tristeza e melancolia para outros tantos, 16 equipes vão votar aos seus países lamentando suas decepções num campeonato que para eles que retornaram acabou na primeira fase, e

NA MIRA DA COPA - O futebol de Messi cresce e Argentina volta a ser favorita

Genival Torres Dantas*
  Enquanto a Argentina entrava em campo, nessa quarta-feira (25), fazendo o último jogo da primeira fase do Campeonato Mundial de Futebol FIFA, na Arena Beira-Rio, em Porto Alegre/RS, os argentinos comemoravam seu 1º título como Campeão Mundial, no 11º torneio, realizado em território argentino, período de 1º a 25 de julho de 1978.

 Parece até que foi ontem, mas

ORÁCIO BANDEIRA: O REPÓRTER POLICIAL INVESTIGANTE E POLÊMICO!

“Não estou tão bem quanto pensas, nem mal quanto me desejas. Porque enquanto força tiver e o mundo puder rodar, aqui estarei para melhor lhe informar”
  Quem não lembra ainda dessas palavras que eram ditas pelo seu titular, como jargão, logo na abertura do Programa “Orácio Bandeira” ao meio dia, na Rádio Liberdade 96 FM em conexão com a Rádio Bonsucesso AM, que ecoavam nos quatro cantos do nosso e 

NA MIRA DA COPA - Uruguai vence mas, Suarez envergonha futebol Sul Americano

Genival Torres Dantas
Genival Torres Dantas*

       O Nordeste em festa, 24 de junho é uma das datas mais significativas para essa região cheia de alegria na musicalidade dos seus músicos compositores, e rimas e trovas dos seus inúmeros poetas. Campina Grande/PB e

COPA DO MUNDO: UMA COISA É VER, OUTRA É CONTAR

Francisco Vieira
Francisco Vieira*

            Uma coisa é ver, outra é contar.
            Em que pese uma boa narrativa ou a precisão de uma imagem, nada é comparável as cenas que os olhos contemplam. Quer no rádio ou na televisão, há enorme diferença em relação aquilo que presenciamos.
            No ensejo da 20ª Copa do Mundo, recordo os idos de 1958, e a tímida comemoração em Pombal pela conquista do primeiro campeonato mundial de futebol. Sob o comando de Dr. Avelino Queiroga um grupo de torcedores entusiasmados, entre os quais seus fiéis escudeiros Valderi, Joãozinho, Heron Leite, Biró-Beradeiro, Zé Enfermeiro, comemoravam com discursos de exaltação, gritos de É CAMPEÃO e

Medo. Metáfora da condição humana

Teófilo Júnior
Teófilo Júnior*

          Promover mudanças não é uma tarefa das mais fáceis e tranquilas. Somos, por obra de nossas próprias construções sociais e até religiosas, formadores e fomentadores de medos, paradigmas e convenções que, quase sempre, permanecem em nossos invólucros, embalados confortavelmente em nossos guardados, protegidos de nós mesmos, fora do alcance de nossas ocasionais investidas e até questionamentos.
             O rotineiro não nos assusta. Já conhecemos os caminhos e

Woodstock em Pombal

Ricardo Ramalho
Ricardo Ramalho*

            As serenatas tradicionais, com violões e cantores românticos desapareciam das noites de Pombal. Eram os anos 60 e com eles novos comportamentos sociais surgindo. A música influenciava essas mudanças. Os ícones musicais de então, como Nelson Gonçalves e Caubi Peixoto, sucumbiam aos “revolucionários” ritmos do rock and roll e da Jovem Guarda. Mas, a serenata, de origem medieval, resistia embalada por outros instrumentos sonoros. A “radiola de pilhas” era uma novidade. Prática e de fácil mobilidade, permitia termos os cantores de sucesso sob nosso controle e

São Cristóvão - a alegria do nosso povo...

 
Ignácio Tavares
Ignácio Tavares*

  Tempos atrás, mais precisamente lá pelos idos dos anos trinta, havia em frente à casa de Cândido, um campinho de futebol, justo onde hoje é o hospital distrital, bastante frequentado pela rapaziada da época, principalmente nos finais de semana.  Zé Liberato, que apreciava muito o jogo de futebol, trazia os filhos Wilson e Joel pra bater uma bolinha com os meninos da rua.
 Sentado numa espreguiçadeira observava a meninada jogar com muita atenção. Terminado o jogo selava os cavalos e 

A BOLA ROLOU

Francisco Vieira
FRANCISCO VIEIRA*
              Foram sessenta e quatro anos de espera até chegar a Copa de 2014, numa ansiedade que se intensificou nos últimos quatro anos.
            Depois de críticas e protestos, a Copa do Mundo, esperada por muitos e ameaçada por outros, finalmente teve início no país do futebol. O maior evento esportivo da terra movimentou o mundo inteiro, principalmente o Brasil, que tem o futebol como sua maior paixão. Tamanho é o gosto que é impossível imaginar a

E mundo gira

Onaldo Queiroga
Onaldo Queiroga*

O planeta gira, as águas dos mares se movimentam, o dia chega, a noite vem e o relógio não para, e assim caminhamos na trajetória da vida. A todo instante através de ações ou mesmo de omissões, interagimos com nossos semelhantes. O importante neste aspecto é

"DIA DOS NAMORADOS"

Clemildo Brunet
Clemildo Brunet*

    Conhecido em muitos países como o Dia de Valentim, tendo como base a tradição cristã, romana e pagã. O Imperador romano Cláudio II, queria constituir um exército numeroso, no entanto não conseguia pelo simples fato dos homens não quererem deixar suas famílias. Então, o imperador proibiu o casamento entre jovens. Valentim sacerdote cristão contemporâneo de Cláudio II resolveu realizar casamentos secretos. Tendo sido descoberto, Valentim foi preso e

O LIVRO DE CLEMILDO

Fátima Santos Jó
Por Fátima Jó*
Parabenizo ao amigo Clemildo pelo lançamento do seu livro, livro esse que sempre foi um grande sonho dele e que agora é uma realidade.  Sinto-me feliz porque sempre fiz parte desse sonho. Clemildo é assim gosta de compartilhar seus sonhos e realizações com todos os amigos. Ainda que seja um projeto, seu empenho é torna-lo realidade.
Clemildo é otimista carrega dentro si a certeza de que o que pensa fazer, sairá do modo como ele quer e

O PODER DA FORÇA

Severino Coelho Viana
Por Severino Coelho Viana*
Atualmente, parece-nos que os governantes esqueceram totalmente a teoria da tripartição dos poderes, principalmente o Poder Executivo, comandante do tesouro, que pode barganhar os seus próprios interesses ou partidários a custa da máquina estatal, uma vez que já domina, humilha e rege o Poder Legislativo. E como um verme corrompido de mazelas tenta subordinar o Poder Judiciário para receber ou tentar receber os beneplácitos da justiça. Só que o povo está de olho! Não brinque não! O poder de consciência política está chegando sorrateiramente na mente de todas as camadas sociais.
Antes da formação das civilizações e

O LIVRO QUE SONHEI

Clemildo Brunet de Sá
Por Clemildo Brunet*

“Este livro traz os significados dos sonhos. Desnuda o diapasão de memórias e reminiscências...” Prof. Dr. José Cezario de Almeida.

    A vida é um pensamento vário, a gente não sabe aonde chegar. Nela está à volubilidade desde a mais tenra idade até a fase adulta. É a variante que trata de uma via de comunicação projetada numa diretriz diversa do projeto original.
    No início a capacidade de imaginar e

AS "RAINHAS DO ROSÁRIO" DE POMBAL *

Jerdivan Nóbrega Araújo
Jerdivan Nóbrega de Araújo*

     Em 126 anos de eleições de Rainhas do Rosário, foram registradas as presenças apenas de dez, a partir de Maria Joaquina da Vassoura, que provavelmente reinou até 1952, e é primeira que se tem noticias  até chegar a  Maria do Socorro Lacerda.
     Em 1957 foi eleita Roselina da Silva em seguida Joana Virtuosa, depois veio Maria de Fátima e as irmãs Jacinta Thomaz e Lucila Thomaz (que eram filhas do Rei Antônio Thomaz), Raimunda de Sousa Batista(eleita em 1968), Jacinta da Paz Santana, Rosilda Batista e

Ser torcedor de futebol é acreditar na felicidade transbordada nos desafios (010)

Genival Torres Dantas
Genival Torres Dantas*

            Os goianos deram uma demonstração clara de como devemos recepcionar a nossa seleção de futebol, o Brasil precisa mostrar ao mundo e a nós mesmos, quanto evoluímos, sabendo distinguir bem as coisas que vivemos concomitantemente, sem misturar valores ou princípios, caso especifico do Campeonato Mundial de Futebol e a aproximação das eleições em nosso país. A torcida está fazendo muito bem o seu papel, procurando dar o maior apoio àqueles que vão dar o melhor durante esse que é o grande campeonato mundial de futebol.
            Claro que há diferenças entre os que concordam na realização do campeonato em nossa terra e

Sombras, nada mais!

Ricardo Ramalho
Ricardo Ramalho*

“Sombras, nada mais, a torturar os meus dias...” cantava Nilton Cesar nos alto-falantes da Difusora Rádio Maringá, sob a batuta de Clemildo Brunet, espalhando canção nas ruas e casas de Pombal.
Adolescente e apaixonado por música me enlevava ao som das “difusoras”, penduradas na Coluna da Hora, no telhado do Mercado e

A Sorte e a Mágica não passam da Capacitação e Oportunidade Juntas

Genival Torres Dantas
Genival Torres Dantas*
        Acompanhando a movimentação da seleção brasileira, na Granja Comary, se preparando para mais um amistoso, terça feira (03/06), na cidade de Goiânia/GO, contra o Panamá, antes do Campeonato Mundial de Futebol, quando o seu comandante e  

LITERATOS, JORNALISTAS E RADIALISTAS PRESTIGIAM LANÇAMENTO DE LIVRO.

Clemildo - noite de autógrafos
LITERATOS, JORNALISTAS E RADIALISTAS PRESTIGIAM LANÇAMENTO DE LIVRO.

   Um público seleto da cultura literária e jornalística esteve presente no último sábado dia 31 de maio participando do Lançamento do Livro "Histórias do Rádio em Pombal" do radialista e escritor Clemildo Brunet, no Pombal Ideal Club. 
   O autor foi prestigiado por diversos radialistas que estiveram com ele na radiofonia pombalense no passado, entre eles, os Jornalistas Maciel Gonzaga De Luna, João De Sousa Costa e Francisco Alves Cardoso (Chico Cardoso) do Caldeirão Político. E 

Parabéns Clemildo...

Ignácio Tavares
Parabéns Clemildo...

   Podia dizer Parabéns Pombal! Isso mesmo, porque Clemildo é um dos Ícones da comunicação que mais conseguiu influenciar as novas gerações de comunicadores na sua terra, porque não, também nos municípios que circundam a nossa terrinha.
     Depois do lançamento da História do Rádio em Pombal sinto-me esvaziado para falar sobre a comunicação na nossa terra. Mas posso falar sobre Clemildo, não é? Comunicador? Ora não há sombra de dúvidas que o seu carisma para o exercício da comunicação aflorou muito cedo, talvez quem saiba, a partir do momento que viu o primeiro microfone.
      Em comunicação tornou-se doutor, mestre sem cátedra, com uma legião de seguidores não somente na sua terra, mas, também por esse sertão afora. Sempre esteve na vanguarda das comunicações desde o tempo do serviço radiofônico Lord Amplificador até o presente momento.
           Eis ai, são sete anos que através do seu Blog engrandece a nossa terra ao leva-la aos lugares mais distantes desse país. É isso aí Clemildo, o que você está a fazer pelas comunicações na nossa terra, uma parte já é história e o que está por vir também será mais história para o deleite das novas gerações que, com certeza vão querer saber que foi este ilustre comunicador gerado nas entranhas de uma cidadezinha acanhada típica dos anos sessenta. Parabéns amigo...
João Pessoa, 01 de Junho de 2014

Ignácio Tavares