CLEMILDO BRUNET DE SÁ

A sordidez dos atos do governo o transforma na derrocada fatal

Genival Torres Dantas
Genival Torres Dantas*

As águas de março chegaram trazendo uma série de consequências em decorrência das fortes chuvas, acarretando intempéries da natureza em diversas áreas do Brasil. Nem mesmo as fortes enchentes que solaparam as terras paulistas e cariocas não foi tão forte como as sequelas que ficaram das manifestações do dia 13 passado e das passeatas, desfiles e concentrações públicas, sem nenhuma participação política, apenas iniciativas de grupos virtuais que marcaram presença firme nas principais cidades do país.
Não se pode afirmar que foi apenas agrupamentos de pessoas desocupadas que ocuparam as ruas e
praças oferecendo apoio à oposição nacional em troca de algo no futuro. Foi propositadamente uma corrente humana desabafando sua alma pelo descontentamento com o Brasil atual que gira em torno de mentiras e desmandos nunca vista na nossa história recente, manipulada pelas nossas maiores autoridades que numa linguagem marqueteira procura fugir da realidade desesperadora por trás de cortinas e peças bem elaboradas por profissionais da propaganda, tentando vender uma imagem de um país criado pelo mundo da fantasia, quando à realidade vivemos como nos velhos tempos de dificuldades e penúrias para aqueles que achavam que tinham saído do estado de miséria com os ganhos sociais após a ascensão do Lulopetismo ao poder, gretado no seio da miséria e do infortúnio.
O tempo esse grande professor oculto nas missões e desilusões da humanidade, veio confirmar que a grande aventura iniciada em 2003, agora, indo para 14 anos de desventuras logradas pela irresponsabilidade dos aventureiros políticos que fazem a cúpula do petismo e seus séquitos, muito embora os ganhos sociais iniciais não possam ser negados, as faltas de absoluta aptidão para a boa condução e governabilidade de uma nação fizeram a história registrar, num curto período de tempo, uma verdadeira apoteose as avessas, jogando os sonhos e ilusões de uma grande massa de brasileiros na vala da descrença e desesperança, pois, como é sabido, as políticas sociais implementadas não tem sua sustentabilidade garantida, e o descaso para com a continuação dessas ações não são nem mesmo cogitadas, simplesmente vão sendo roladas como um projeto qualquer de oportunismo eleitoreiro.
O resultado dessa descrença do brasileiro é a agitação das massas pedindo o afastamento imediato da presidente Dilma Rousseff e a queda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nomeado Chefe da Casa Civil (18), e agora é assunto do judiciário para tristeza de todos nós. O mais contundente absurdo surge dos vazamentos de telefonemas do próprio ex-presidente, gravado com diversas personagens da República, gravações autorizadas pelo judiciário, e que denotam verdadeiro imbróglio a dignidade humana, em tentativas diversas para que a nomeação do Sr. Lula seja um aparato para blindagem do político diante das ameaças que cercam o líder político e suas travessuras no Processo Lava Jato, de conformidade com o dossiê que se encontra com o Juiz Sergio Mouro, encarregado de todo processo. O assunto da nomeação do ex-presidente tramita em várias varas e já chegou ao STF (Supremo Tribunal Federal), o Ministro Gilmar Mendes dando parecer a um pedido de suspensão de posse do ex-presidente Lula, além de aceita, devolver o caso ao Juiz Sergio Mouro para o encaminhamento das medidas cabíveis, a apelação será feita pelo Advogado Geral da União (AGU) José Eduardo Cardoso, que se contorce para fazer valer a nomeação da presidente da República que só será definido dia 30 próximo quando se dará sessão do STF, até lá muita coisa pode acontecer em terras de indigentes.
O que mais preocupa aos simpatizantes ao atual governo foram os vazamentos telefônicos do Sr. Lula que qualifica o Judiciário brasileiro como uma instituição acovardada, assim como o Congresso Nacional, elevando-se o grau da animosidade entre os poderes da República, não há como se prever qualquer resultado dessa peleja, eu, particularmente, acredito numa derrota Jurídica do Sr. Lula.
*Escritor e Poeta

genival_dantas@hotmail.com

Nenhum comentário: