CLEMILDO BRUNET DE SÁ

TRIBUTOS AOS ESQUECIDOS

José Salvador Pereira
Por José Salvador Pereira*

Aos milhares de homens e mulheres, que a cada manhã, beijam os seus queridos, e deixam as suas residências, no desejo de cumprir com dedicação, denodo, coragem, e humildade, a sua nobilíssima função de preservação da ordem pública e a incolumidade das pessoas;
A esses milhares de homens e mulheres, que abnegadamente, entregam-se pelo dever que um dia juraram cumprir, com a convicção, de que o fazem não porque são pagos para isso, mas, pelo respeito à vida, à família e
à lei;
A esses milhares de homens e mulheres, dos quais só nos lembramos, quando somos lesados, roubados, vituperados, e violentados ou quando os atos da marginalidade nos atingem, quaisquer que sejam as suas formas;
A esses milhares de homens e mulheres, a quem deveríamos respeitar pelo que são e pelo que fazem, e não pela cultura que nos ensinou a olhá-los como sendo simplesmente – corruptos e violentos;
A esses que havendo saído da mesma sociedade que nós, e assim como todas castas davídicas, juntos, reconhecem que “nascemos em pecado, e em pecado nos concebeu nossa mãe”, humanos, frágeis, carentes, mas obstinados e decididos a manter a cabeça erguida, “não por força, nem por violência” mas, pelo fragor gracioso da dignidade e da honra;
A esses que deixam a cada manhã o aconchego dos seus lares, sem a menor garantia que ainda poderão voltar a beijar sua mulher e seus filhos, ou rever seus parentes;
A esses a quem foi “garantida uma carreira” cuja velocidade, sucumbe na lentidão, na inércia, no descaso e no esquecimento...
Ao Policial, que apesar de todos os ventos contrários, mantém-se, destemido, garboso, honesto, e pronto a cumprir a sua missão, se for o caso, defendendo a honra e a dignidade, com a própria vida;
O nosso mais sublime, honroso, e humilde tributo, com o registro da nossa dívida de profunda gratidão.
Deus salve a Polícia da Paraíba!
Deus salve a Polícia do Brasil!
Pr JoséSalvadorPereira (IPB)

Delegado da Polícia Civil da Paraíba, Aposentado

Nenhum comentário: