CLEMILDO BRUNET DE SÁ

NÃO DÁ PARA ENTENDER

Ignácio Tavares
Opinião...
Por Ignácio Tavares*

Um pais que está entre os dez mais ricos do mundo expõe suas entranhas diante de tenebrosas acusações de corrupção envolvendo um ex-presidente da republica e
centenas de outros agentes políticos que há mais de dez anos estão a conduzir os destinos de mais de duzentos milhões de brasileiros.

Em meio a todo esse tempo a corrupção aflorou de forma tempestiva levando ao desespero as mais relevantes autoridades politicas. Refiro-me ao processo Lava Jato cujo ponto culminante foi marcado pelo o interrogatório do ex-presidente Lula como réu.

O Brasil inteiro parou ontem para ouvir a defesa do ex-presidente. Falastrão como sempre se autodenominou o homem mais honesto do país. Com efeito, na maior desfaçatez negou que soubesse de qualquer caso de corrupção no seu governo e no governo seguinte.

Alegou que o processo o qual responde está fundamentado no noticiário da imprensa falada e escrita que divulgam informações alheias aos conhecimentos dos seus advogados de defesa. Dito isso, o juiz acalmou-o ao falar que o seu julgamento vai se fundamentar unicamente do que consta nos autos e não nas capas de revistas e jornais.

Isso mesmo, foi um interrogatório até certo ponto tranquilo a não ser o nervosismo do depoente cuja temperatura baixava diante da tranquilidade do Juiz Sergio Moro...O que virá depois ninguém sabe...

*Economista e Escritor pombalense

Nenhum comentário: