CLEMILDO BRUNET DE SÁ

EM NOME DO PAI E DO FILHO: UMA PEQUENA BIOGRAFIA DE PADRE SOLON

Josè Tavares de Araújo Neto
Por Jose Tavares de Araújo Neto*

Nascido em 04 de maio de 1935, na zona rural do então Distrito de Paulista, município de Pombal (PB), fruto da união conjugal do grande poeta popular Belarmino de França e de Dona Emerendina Dantas, de tradicional família paraibana.
O seminarista Solon Dantas de França foi ordenado padre, junto com outros colegas, no dia 10 de julho de 1968, em uma concorrida cerimônia realizada em Pombal, sob a benção do Bispo da Diocese de Cajazeira, Dom Zacarias Rolim de Moura.
Na época, o jovem padre, que mais chamava a atenção por ser filho de Belarmino de França do que por virtudes próprias, foi conquistando a simpatia e
confiança dos seus conterrâneos. Carismático, inteligente, culto, eloqüente e cativante, Padre Solon logo mostrou que, mesmo herdando muito dos dons do seu velho pai, era possuidor de uma personalidade própria. Assim, logo se auto-afirmou ao assumir o comando da paróquia de Pombal em 1969, onde permaneceu até o ano 2004, totalizando 35 anos, quando se afastou por problemas de saúde. Na longa e contínua história da paróquia de Pombal, iniciada em 1711, com o Padre Antônio Saraiva da Silva, apenas o Monsenhor Valeriano, que conduziu a paróquia de Pombal por 48 anos (1893/1945) permaneceu mais tempo que o filho do poeta.
Enquanto pároco, Padre Solon Dantas de França fez de sua vida um sacerdócio na exata concepção da palavra. A fé e a perseverança transformaram-no em um abnegado agente transformador e realizador dos sonhos de seu rebanho. Apesar de sua peculiar discrição, a peregrinação em busca de recursos, tanto junto as pessoas mais abastadas, assim como nos órgãos governamentais, para reverter em benefícios dos mais carentes, era uma constante em sua trajetória de líder. Mais do que mero assistencialismo, as ações do religioso tiveram dimensões filantrópicas, seja na condição de diretor do Hospital e Maternidade Sinhá Carneiro ou da Escola Normal Josué Bezerra, ou ainda mais recentemente, quando da sua determinação em implantar o nível superior na terra natal e culminou com a grande conquista para toda região, oportunidade em que, além de idealizador e fundador, transformou-se no primeiro diretor das Faculdades de Agronomia e de Ciências Contábeis de Pombal.

* Escritor e Engenheiro Agrônomo

Nenhum comentário: